votação

¿Le han sido útiles los contenidos de nuestra web?

Voto Veja os resultados

a cidade

Home › A Cidade

Evolução

Nascida no século XVIII como a pequena aldeá rural do "Pago de los Arroyos", e reconhecida como Ilustre e Fiel Vila em 1823, Rosário alcança o rango de cidade em 1852. Foi desde entáo que, pegando o nome da virgem do Rosário, iniciou uma etapa de vertiginoso desenvolvimento ao ponto de chegar a ser em poucas décadas a segunda urbe da República Argentina e uma das cidades mais pujantes de América do Sul.

Aspectos Gerais

Rosário é a maior cidade da província de Santa Fe. Encontra-se no centro-leste do território nacional, na beira do rio Paraná, em um ponto meio entre as distintas regiões do país. Está unida pelas rodovias a Buenos Aires (300 km), Córdoba (400 km) e Santa Fe (150 km). Sua localização também é estratégica dentro do MERCOSUL, como ponto clave do corredor Bioceánico que vai desde o Atlântico (Brasil e Uruguai) até o Pacífico (Chile), e da hidrovia do rio Paraná que une ao extenso território do litoral e o norte argentino com a Bolívia, o Paraguai e o Brasil.
Conta com uma população aproximada de 1.200.000 habitantes é o centro da Área Metropolitana da Grande Rosário, constitu/ída por Villa Gobernador Gálvez, San Lorenzo, Pérez, Capitán Bermúdez, Granadero Baigorria, Fray Luis Beltrán, Funes e Puerto General San Martín.

O clima

É considerado "templado pampeano", o que equivale a dizer que as quatro estações não são bem definidas. No entanto, isto não impede afirmar que haja uma temporada quente de novembro a março e uma fria entre junho e a primeira metade de agosto. Chove mais no verão que no inverno, com um total dentre 800 e 1.000 mm anuais.

Transporte

Aeroporto Internacional Rosário (AIR) Encontra-se ao nordeste da cidade, a uns 15 kilômetros do centro. Tem dois acessos: a rodovia Nacional N° 9 e a Av. Jorge Newbery, ambas conectadas com a Av. de Circunvalación de Rosário.
Além das conexões com diferentes pontos do país, o AIR oferece vôos diretos a destinos internacionais como Montevidéu, Lima e Porto Alegre. A sua vez, mediante um acordo com Aerolíneas Argentinas, os vôos de cabotagem com escala no aeroporto de Buenos Aires têm bonificado o trajeto até Rosário.
Endereço: Av. Jorge Newbery s / n.
Relatórios: 54 341 4516 300 (linhas rotativas)
www.aeropuertorosario.com

Terminal de ônibus

Endereço: Cafferata 702
Relatórios: 54 341 4373030
informes@terminalrosario.gob.ar
www.terminalrosario.com.ar

Acessos

A cidade está conectada com o resto da província e do país através de uma vasta rede de terrestres
Rodovia N° 11: Santa Fe/Resistencia/ Formosa/Asunción del Paraguay.
Rodovia N° 9: Córdoba/Santiago del Estero/Salta.
Rodovia N° 33: Casilda/Bahía Blanca.
Rodovia P.E. Aramburu: Rosario/Buenos Aires/Capital Federal.
Rodovia Brigadier E. López: Rosario/Santa Fe.
Rodovia a Córdoba: Rosario/ciudad de Córdoba.

Ponte Rosario-Victoria

É uma monumental conexão vial que cruza o rio Paraná para atravessar um entorno de ilhas ao longo de 60 km até a cidade de Victória, província de Entre Rios. Esta ponte tem um grande valor geoestratégico como parte do Corredor Bioceânico, o que afirma a posição de Rosário como eixo do MERCOSUL e aumenta a importância do complexo industrial, agrícola-ganadero e portuário que rodeia a cidade. A sua vez, integra-se com a hidrovia do rio Paraná que une ao território argentino com a Bolívia, o Paraguai e o Brasil.

Ferrocarril

Os serviços de trens da cidade se encontram basicamente no transporte de carga. No entanto, há duas empresas que, desde a Estação de Ferrocarril Rosário Norte (Av. Aristóbulo del Valle 2750), realizam o transporte de passageiros:

Trens de Buenos Aires SA

Com uma frequência semanal comunica a Rosário com as cidades de Santa Fe e Buenos Aires.
Telefone: 0800 3333822
Web: www.tbanet.com.ar

Ferrocentral SA

Fazer viagens a Buenos Aires, Córdoba e Tucumán.
Telefone: 0800 12218736
Web: www.ferrocentralsa.com.ar